Acordo reduz valor do estacionamento de shopping a partir da próxima segunda-feira

por Interlegis — publicado 17/04/2017 00h00, última modificação 25/04/2017 09h03

Durante a Sessão Ordinária realizada nesta segunda-feira (17), na Câmara Municipal de Linhares, um ex-comerciante do Shopping Pátio Mix, o médico Paulo Henrique, subiu à tribuna a convite do vereador Tobias Cometti para relatar sobre a sua experiência como comerciante e dar apoio ao Projeto de Lei n° 000929/2017, que dispõe sobre a isenção de cobrança de estacionamento de veículos em Shopping Center do Município. 

Em fala direcionada aos vereadores e aos populares presentes, Paulo Henrique contou sobre as dificuldades enfrentadas por lojistas para manterem seus empreendimentos no local, principalmente os pequenos comerciantes, que encontram mais dificuldades para arcar com custos e tornar o negócio rentável. Neste sentido, ele argumentou que qualquer mudança que vise beneficiar os lojistas e a população de Linhares é bem-vinda. “Essa ação visa ajudar esses lojistas. Muitas vezes, até grandes lojas enfrentam dificuldades, então acho que o estacionamento é um ponto vital para o funcionamento do shopping. Apesar de não atuar mais como comerciante, quero contribuir com a discussão em solidariedade aos pequenos lojistas”. A discussão gerada em torno do projeto apresentado culminou em um acordo que visa à redução de 50% do valor cobrado no estacionamento aos frequentadores do local. A partir da próxima segunda-feira (24), serão cobrados R$ 2,00 de segunda à quinta-feira e R$ 4,00 de sexta-feira a domingo.

O projeto continua em tramitação na Casa e deve aguardar os 90 dias previstos para análises. O vereador Tobias Cometti, autor do projeto, disse que a discussão em torno do tema só fez fortalecer a questão. “Toda a discussão gerada tem contribuído muito para o fortalecimento dessa iniciativa. Durante a semana obtive a assinatura de pessoas que apoiam o projeto e quero pedir para que seja anexada junto a ele”.

Dando continuidade à sessão, foram lidos aos presentes três Projetos de Lei, que posteriormente foram encaminhados para análise da Comissão de Constituição e Justiça da Casa. O Projeto de Lei n° 001152/2017, de autoria do vereador Rogerinho do Gás, visa apoiar as mulheres vítimas de violência doméstica e familiar por meio do amparo profissional e o auxílio na inserção ao mercado de trabalho. “Nós verificamos a carência de apoio à mulher que sofre violência no âmbito familiar. A intenção é contribuir para que a mulher possa sair da posição de vítima e conquistar a sua autonomia financeira e profissional. Além de assistência policial ela também terá assistência psicológica”, explicou o vereador Rogerinho. Outro Projeto de Lei que vai ao encontro das ações afirmativas relacionadas à temática da violência doméstica é o de n° 001156/2017, de autoria da vereadora Rosinha Guerreira, que quer tornar obrigatório o ensino de noções básicas relativas à Lei Maria da Penha nas escolas municipais de Linhares. Por fim, foi realizada a leitura do Projeto de Lei n° 0001113/2017, do Poder Executivo, que dispões sobre a criação do programa “Adote uma Praça” e dá outras providências.

Uso da Tribuna

Além dos vereadores Tobias Cometti e Rogerinho do Gás, que utilizaram a tribuna para defender os seus respectivos projetos, lidos durante a sessão, outros dois vereadores também fizeram o uso da palavra. O primeiro inscrito, o vereador Jean Menezes, fez menção ao Projeto de Lei do vereador Tobias Cometti sobre a isenção do estacionamento. “Essa decisão deve ser tomada com consciência, mas acho mesmo que deva partir do legislativo iniciativas que favoreçam os cidadãos. E o projeto tem sua importância porque viabilizou o diálogo e a afirmação da proposta de redução do valor. Além disso, o vereador Jean Menezes comentou sobra a sua viagem a Brasília, na companhia do vereador e presidente da Casa, Ricardo Bonomo, e o também vereador Carlos Almeida. Juntos eles participaram do 3º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial. Jean explicou que a proposta do encontro foi alavancar o crescimento econômico e social dos municípios, por isso a importância da participação de Linhares. “Diante de um cenário de queda na arrecadação dos municípios é preciso investir no turismo como uma alternativa que contribua para a obtenção de renda, nesse sentido devemos tomar iniciativas que viabilizem o turismo como atividade econômica no município”, comentou.

Outro inscrito, o vereador Fabrício Lopes, teceu críticas às reformas que mudam as regras da Previdência Social e altera as conquistas trabalhistas. Defendendo a causa dos trabalhadores, especialmente um grupo de desempregados do município de Linhares, e que estavam presentes na sessão, ele falou sobre a responsabilidade da gestão municipal e da necessidade da contratação de mão de obra local pelas empresas instaladas no município. “O legislativo municipal deve assumir a responsabilidade na forma de conduzir essas reformas, assim como devemos olhar para os desempregados do nosso município. Devemos buscar apoio para que a nossa bancada tenha um posicionamento que respeite o povo brasileiro”, afirmou.   

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.